19/10/2010

saudosas bolachas (20/73

nana_agustin_hermeto


NANA VASCONCELOS
AMAZONAS (1973)

Em Amazonas (1973) Naná estabelece uma sonoridade experimental inspirada em sons animais e oriundos do imaginário amazônico misturando cantos e cantigas que remetem a aspectos religiosos, folclóricos e de tradição afro-brasileira. Um disco solo, solado com contribuição de Nelson Angelo nos arranjos. Nana abre a porta da musica brasileira para a percurssão popular brasileira.

Selo/Gravadora: Phonogram
Naná Vasconcelos - berimbau, percussão e voz
Arranjos: Naná Vasconcelos e Nelson Ângelo
Direção de Produção: Fagner


Cara com Cara( Naná Vasconcelos)

Amazio (Tradicional / Adpt. Naná Vasconcelos)Música tradicional da África

Espafro (Naná Vasconcelos)



AUGUSTIN PEREYRA LUCENA
"CLIMAS" (1973)

Em “Climas” o violinista argentino, com coração brasileiro, derrama seu violão sobre bossas e canções brasileiras com requinte, lirismo e precisão. O disco transporta os anos primaveris da Bossa aos 70 e cria uma atemporalidade impar. Seu violão cristalino não deixa duvidas sobre a grande qualidade que encerra o seu trabalho. Ecos da Bossa sempre presentes. Gracias Augustin!!


Pra Que Chorar (Baden/Vinicius)

Quem Diz Que Sabe (Johnny Alf)

Verano Del 42 (Agustin)



HERMETO PASCHOAL
“A MUSICA LIVRE DE HERMETO PASCHOAL”(1973)

Em 1973, Hermeto Paschoal grava o seu primeiro disco no Brasil. O titulo, uma apresentação distinta: “A Musica Livre de Hermeto Paschoal”.
O disco traz a nascente do vigor e a inventividade deste musico pernambucano que pousou no Rio em 59, como acordeonista, junto como o regional Pernambuco e Pandeiro e logo começou a tocar com Fafá Lemos e o Maestro Copinha e daí, deu um salto para os grupos de jazz o Som Quatro e o Sambrasa Trio e o marcante arranjo de “Ponteio” (Edu Lobo). Em 69 foi para os Estados Unidos onde participou de álbuns de Miles Daves e grava seu primeiro álbum solo (“Hermeto”; 1970). De volta ao Brasil, em 73 grava este álbum marcante com arranjos que buscam a dissonância e a quebra de ritmos, buscando novas vertentes e deixando voar pelos instrumentos de sopro toda a inventividade deste musico.
Escute Bebê de sua autoria e as versões jazzísticas de “Carinhoso” e “Asa Branca” que Hermeto fez especialmente para o primeiro disco que lançava no Brasil.

Hermeto Pascoal toca piano, flauta, sax soprano, voz, sapho, percussão e sons sampleados de porcos, gansos, perus, galinhas, patos e coelhos.
Mazinho- sax alto e tenor
Hamleto- flauta e sax tenor
Bola- sax tenor e flauta
Nenê- bateria e piano
Alberto- contrabaixo
Anunciação- percussão e bateria


Bebê (Hermeto Pascoal)

Carinhoso (Pixinguinha - João de Barro)

Asa branca (Luiz Gonzaga - Humberto Teixeira)



6 comentários:

pituco disse...

grande paul,

postagem pra lá de piramidal...porque além de ser fãzão do naná e hermeto, não conhecia o augustin...dica bacanuda

obrigadão
abraçsons

Paul Brasil (Paul Constantinides) disse...

mestre pituco, seu comentário sempre benvindo. augustin é um violinista argentino com corazon brasilieno...com certeza...tem outra saudosa bolacha dele postada anteriormente, acho q 71 ou 72...bela pérola...pra variar temos hoje outro violinista argentino com corazon brasilieno...o victor bligione...
abs
paul

Cristiane A. Fetter disse...

Menino, você está no Brasil, o que houve, aparece viu?
bjks

pituco disse...

paul,

agora ouvindo novamente os aúdios do augustin...há lá 'quem diz que sabe'...como sendo do j.alf...na verdade é do joão donato e p.c. valle...

é isso aí
abraçsons

Paul Brasil (Paul Constantinides) disse...

beleza pituco sam....vou verificar se fiz algo de errado na hora de botar o credito, devo ter-me confundido...
abs
paul

Paul Brasil (Paul Constantinides) disse...

pois é cristiane estou de volta ao Brasil...espero q esteja tudo bem com vc, seu filhote e maridão ai nos EUA...aqui chegando o verão e ai chegando aquelas nevascas boas...
abs
paul