16/03/2009

Saudosas Bolachas (03/1971)

TUDO CERTO COMO DOIS E DOIS SÃO CINCO.
Em novembro de 1971, Gal Costa subiu ao palco do Canecão com os guitarristas Lanny Gordin e Pepeu Gomes; o baixista Novelli, o baterista Jorginho Gomes e Oscar Ramos com sua tumba; para iniciar um show dirigido pelo poeta baiano Waly Salomão celebrando o fim da sua turnê do disco de 1970, o “Le-Gal”.
Nascia o show “Fa-Tal”, com 19 músicas. Oito faziam parte do “Le-Gal” e o restante eram ineditas sendo muitas de compositores principiantes; como Luiz Melodia, Jards Macalé e Morais Moreira. O sucesso arrasador do show no Rio de Janeiro teve repercurssão tão forte na gravadora Phillips que imediatamente gravaram o show e lançaram ainda no mesmo ano, em dezembro, o album duplo “Fa-Tal / A Todo Vapor”, sob direção em estudio de Roberto Menescal. A capa com forte impacto visual, imprimia a concepção artistica de Gal Costa e da musicalidade que naquele momento ela representava: a modernidade. O Brasil girava entre o conservadorismo militar e a liberalidade reprimida. Gal cantava aos jovens cabeludos, que como ela mesmo disse: “Cabeludos como nunca vi, no primeiro dia do show, lotavam a platéia do Canecão.”
Fa-Tal / A Todo Vapor” inicia com uma parte acústica, onde Gal absoluta toca seu violão desfiando pérolas como “Coração Vagabundo” (Caetano Veloso), “Charles Anjo 45”(Jorge Ben) e “Sua Estupidez” (Erasmo e Roberto Carlos). Na segunda parte do show, acompanhada pela banda ela canta, o que se tornaria um hino hippie, “Vapor Barato”(Macalé e Salomão), "Pérola Negra”(Luiz Melodia), “Dê um Rolê”(Moraes Moreira e Galvão Bueno) entre outras canções inéditas e do disco anterior. O disco reproduz ao maximo o clima do show. Há partes em que Gal conversa com o público; bate com o violão no microfone, pede desculpas e a platéia reage gargalhando.
Foi um dos melhores registros fonograficos daquele ano. Se tornou um disco imortalizado por uma geração; e atravessa as décadas soando super bem. Arrancando ainda suspiros e dando imenso prazer em se ouvir.
É Gal Costa solar. Plena e totalmente jovem.
A cara bonita da rebeldia.
Escute a bluseira "Como 2 e 2" (Caetano Veloso).
A trilha sonora de um momento choroso e saudoso no ano de 1971.

6 comentários:

Anônimo disse...

Que som! Que viagem! Adorei!

valeu!
Daniel

Anônimo disse...

aí paul!

como vai a vida.

sempre recebo seus e-mails da atualização de seu blog e sempre entro e dou uma olhada.
tenho notado uma certa cetona com suas saudosas bolachas. um dia voltando da praia sozinho vim o tempo todo cantarolando e tentado lembra a letra de BR3, só lembrei uma partes. chegando em casa vc tinha postado um artigo com a música e letra. e agora gal fatal q tenho ouvido muito ultimamente. o disco todo é incrível qq mp3 q vc colocasse seria legal
como 2 e 2... mas o q eu adoro mesmo (fico arrepiado) é (ou são) mal secreto e hotel das estrelas.

aproveito pra falar da triste notícia do paulo peltier q não conhecí, acho q só vi uma vez, mas lembrei daquela exposição q vcs fizeram no masp e q eu fiz o cartaz. ele vc e o cássio vasconcelos de quem vejo (as vezes) alugma notícia no jornal ou no metrópole.

bom cara...um abração

Marcio Perassollo

PAUL CONSTANTINIDES disse...

Daniel eh isso ai!!!

Marcio a gente corre, a gente corre.......legal esta nossa sintonia, faz parte da nossa longa amizade e tbm por sermos da mesma geracao.

olha eu tentei postar o Vapor Barato..mas o sistema nao aceitou. depois Mal Secreto, o mesmo..fui entao com o Dois e Dois...
este disco da Gal eh cult, sem duvida.

Qto ao cartaz q vc fez para nos, eh algo impossivel de se esquecer de tao bonito q ficou...bela criatividade.
abs
paul

PAUL CONSTANTINIDES disse...

Daniel eh isso ai!!!

Marcio a gente corre, a gente corre.......legal esta nossa sintonia, faz parte da nossa longa amizade e tbm por sermos da mesma geracao.

olha eu tentei postar o Vapor Barato..mas o sistema nao aceitou. depois Mal Secreto, o mesmo..fui entao com o Dois e Dois...
este disco da Gal eh cult, sem duvida.

Qto ao cartaz q vc fez para nos, eh algo impossivel de se esquecer de tao bonito q ficou...bela criatividade.
abs
paul

fernanda disse...

adoro passar por aqui e ouvir belos contos musicais....

PAUL CONSTANTINIDES disse...

muchas gracias
fernanda... :-)