28/03/2011

saudosas bolachas (28/1973

BADEN POWELL
“APAIXONADO”
(1973)

Baden Powell de Aquino, o Baden Powell (1937-2000), referência obrigatória do violão Brasileiro e que alcançou na Europa e nos Estados Unidos o rótulo de violinista de jazz. Tudo o que se puder falar ou se discutir sobre a técnica e o talento de Baden Powell se torna claro e evidente quando se trata de revelar sua importância para a Musica Brasileira e para o Jazz de forma geral. Seu trabalho mesclava facilmente elementos rítmicos do samba (que ele e Vinicius de Moraes batizaram de Afro Samba) e outros ritmos brasileiros, com as distorções rítmicas do jazz e dos solos perenes da escola do violão francês, onde a grande influencia foi Django Rienhardt e Barney Kessel.

Baden deu inicio a sua imensa discografia em 59 com o “Apresentando Baden Powell e seu Violão”, duas pessoas distintas que se mesclavam numa só quando a musica operava. Em 62 Baden gravou um álbum com o baterista de Jazz norte americano Jimmy Pratt que teve grande destaque na terra do Tio Sam. Sua entrada na Europa se deu através de sua parceria com o cantor francês Billy Nicioli, juntos gravaram um álbum com canções em parceria. Em 66, um grande momento de sua carreira, desenvolveu com Vinicius os belos Afro-Sambas.

A carreira de Baden se deu tanto no Brasil como no Exterior.

Em 1973, vivendo na Alemanha e desenvolvendo um trabalho experimental, Baden gravou este lindo álbum com dez composições próprias. Como que conversando com a musica brasileira Baden recorre ao choro, passa pela toada, pela valsa, pelo lírico brasileiro revelando uma plasticidade impar e uma delicadeza inerente em nossa musica.

“Apaixonado”, Baden Powell, outra perola do ano e da graça de 1973.

Apaixonado, Baden Powell, MPS Records, Germany. 1973. Musicos : Baden Powell (violão, vocal), Gabriel Bezerra de Melo (baixo),Joaquim Paes Henriques (bateria), Nelson Franca Guimaraes (cuica), Paulo Humberto Pizziali (percussao), Braz Limonge Filho (oboe) e Jorge Ferreira da Silva (flauta).

Casa Velha (Baden Powell)

Balantofe (Baden Powell)

Alcântara (Baden Powell)





4 comentários:

Érico Cordeiro disse...

Mr. Paul,
Baden é sempre muito bom! É dos nossos maiores craques.
Não conheço esse álbum, mas o selo alemão MPS é garantia de qualidade. Foi criado por um dos donos da Basf, apaixonado por jazz, e por lá passaram artistas da estatura de Oscar Peterson, George Russell, Mary Lou Williams, Benny Bailey, Art Van Damme e muitos outros.
Valeu a dica, meu caro.
Abração!

Paul Brasil (Paul Constantinides) disse...

é isto mesmo Erico.
o disco Apaixonado, se não me engano foi lançado no Brasil em 75.
abs
paul

pituco disse...

paul,

esse tb não conhecia...mamma mia, como é bom ouvir baden powell...

obrigadão
abraçsonoros

Paul Brasil (Paul Constantinides) disse...

certissimo pituco.
o Brasil é um celeiro de virtuoses de violinistas.....Baden Powell tem um registro super original e adorável.
abs
paul