24/05/2011

O Jazz Brasileiro/04

O piano melódico.

Antonio Adolfo

Antonio Adolfo, pianista, compositor e arranjador carioca surgiu com seu teclado no berço esplendido da Bossa Nova. Com dezeseis anos de idade, em 64, pilotava o Trio 3D, que transpirava Jazz, bossas e sambas com arranjos incriveis. Depois da era do trio, sua trajetória musical o levou a modular um grupo, o Brazuca, que deu suporte ao seu processo criativo com o letrista/poeta Tibério Gaspar. Desta parceria vieram canções clássicas como “BR-3”, “Teletema”, “Juliana” e “Sá Marina”. Depois de flertar com a MPB, Antonio se lançou a projetos pessoais e desenvolveu uma discografia peculiar com belos álbuns instrumentais onde, nota-se, busca harmonizar uma variante melódica própria com os acordes de seu tempo; entrepondo o lirismo da canção brasileira e seus diversos ritmos. O dissonante Antonio faz do jazz um doce delicado e saboroso. Em sua discografia pode-se encontrar sempre a plasticidade de sua musica norteada por seu fiel e límpido piano. Creio que álbuns fundamentais de sua obra, até hoje, sejam “Trio 3-D Convida”, “Feito Em Casa” (1977), “Viralata” (1979), “Cristalino” (1989), “Antonio Adolfo” (1994), “Puro Improviso” (2000) e “Lá e Cá” (2010). Ainda, é importante observar a sua contribuição no resgate e na valorização musical da obra de Ernesto Nazareth, Chiquinha Gonzaga e João Pernambuco e às musicas carnavalescas em álbuns dedicados a estes compositores e a este gênero musical. (Chiquinha com Jazz, João Pernambuco 100 anos e Antonio Adolfo Abraça Ernesto Nazareth e Chiquinha Gonzaga e Carnaval Piano Blues). Atualmente Antonio Adolfo vive em Miami na Florida onde mantém uma Escola de Musica, participa de workshops e shows (estará em SP neste próximo julho) e continua produzindo e gravando sua musica.

Aqui fica um registro de algumas de suas musica dos álbuns “Antonio Adolfo” (1994), “ViraLata” (1979) e “Puro Improviso” (2000).

Pode-se ler entrevista que fiz com Antonio Adolfo em 2009, neste link http://muzamusica.blogspot.com/2009/06/antonio-adolfo.html

“Copacabana 54”(Antonio Adolfo), Antonio Adolfo


“Embau”(Antonio Adolfo), Antonio Adolfo

“Nordeste”(Antonio Adolfo) , Viralata

“Vis”(Antonio Adolfo), Puro Improviso

“Vermelhinho”(Antonio Adolfo), Viralata

6 comentários:

pituco disse...

puxa, paul

só agora consigo acessar o blog...faz semanas que dá erro de página...

tentarei ouvir as postagens anteriores...não agora, pq tenho trabalho...mas, aos poucos

abraçsons
e vamuquivamu

Paul Brasil (Paul Constantinides) disse...

vamos q vamos pituco
vc é sempre benvido
apesar destas coisas da Internet...erro de paginas, etc...
abs
paul

Anônimo disse...

Olá trata-se a 2ª vez que vi o teu blog e reflecti imenso!Espectacular Trabalho!
Até à próxima

Érico Cordeiro disse...

Muito bem, meu caro Paul!
Um verdadeiro orgulho nacional o nosso querido Antônio Adolfo.
Mudando de assunto, semana passada tava assistindo o Pontapé inicial, na ESPN e acho que foi você que ganhou um livro do programa.
Estou certo?
Se sim , parabéns.
Abração!

Paul Brasil (Paul Constantinides) disse...

Erico obrigado pelo comentário.
vc esta certo..sorte a minha não.
abs
paul

Lu Saharov disse...

Paul, hoje te escrevo para agradecer e te dar uma informação que vai deixá-lo feliz. Um grande número de leitores chega ao meu Blog, direcionados do seu. ô coisa boa! Obrigada! Obrigada! Grande beijo!