11/10/2011

Saudosas Bolachas (07/1974

Montado no futuro indicativo....


Alceu Valença

“Molhado de Suor” (1974
/Som Livre)

Alceu Valença (São Bento da Una, Pernambuco, 1941), compositor e cantor brasileiro de grande expressão, em 1974 já havia lançado com Geraldo Azevedo o album “Quadrifônico” em 72 (ver Saudosa Bolacha / 72) e feito a trilha sonora do filme “A Noite do Espantalho” (1974). Sua musicalidade intensa, poética , curiosamente nordestina e contemporânea abriu-lhe as portas da Som Livre que registrou o seu primeiro album solo e lhe possibilitou participar do Festival Abertura da TV Globo com a deliciosa “Vou Danado Pra Catende”.

A banda que Alceu trouxe para seu primeiro album solo, ele a denominava como a banda de pífanos elétricos tinha Lula Cortes (tricordio), Ze Ramalho (viola), Paulo Rafael e Ivinho (guitarras) e Ze da Flauta.

A musica de Alceu em 1974 demonstrou ao Brasil as possibilidades musicais que o pais em si, poderia oferecer. Por se tratar de um nordestino, o centro de produção musical do Sudeste Brasileiro não conseguiu enquadrar a musica de Alceu. Pelo menos a gravou e deu-lhe possibilidade de ampliar amplamente o ar de sua graça.

“Molhado de Suor” faz parte de um retrato do espirito rebelde dos anos 70 no sertão nordestino e na luxuria do esplendor do litoral que na obra de Alceu pode ser compreendido plenamente ouvindo-se “Molhado de Suor” e o album consequente de 75 é a gravação do show Molhado de Suor ao vivo e leva o nome “Vivo”.


“Punhal de Prata” (Alceu Valença)

“Cabelos Longos” (Alceu Valença)

“Papagaio do Futuro” (Alceu Valença)

3 comentários:

Lu Saharov disse...

Paul...Alceu Valença, com essa sua voz forte e talento ímpar, é um dos cantores que não deixo de ouvir desde lá dos anos setenta e até hoje. E viva a música popular brasileira! Abraços, amigo!

Nicko disse...

Grande Paul, Grande Alceu!

Fazia tempo q eu não comentava em seu blog!

Mandou bem na escolha do artista!!!

Avisa o Ziggy que domingo eu to chegando! rsrs

Abração

Paul Brasil (Paul Constantinides) disse...

Lud
a musica brasileira tem uma variedade imensa de talentos e vozes diferenciadas que dão um colorido muito especial a ela. Alceu faz parte desta coisa linda.

Nico
o Ziggy gostou de vc meu caro, e Alceu bate no coração e na cabeça de diversas gerações, isto é muito legal.

abs
paul