01/12/2009

04 novidades brasileiras em 2009

TAIS REGANELLI
“ANTES QUE A CANÇÃO ACABE” (2009)

Tais é uma jovem cantora e compositora, nascida em Berna, Suiça. Aos nove anos de idade sua familia voltou ao viver em Campinas, SP.
Dona de uma voz afinada e modulada; desde 1992 desenvolveu sua musicalidade ao lado de seu irmão, violinista, Henrique Torres com quem gravou dois albuns.
No primeiro semestre de 2009 ela gravou o seu primeiro album solo “Antes Que a Canção Acabe”. Disco bem produzido e com boa musicalidade traz composições de Tais e outras em parcerias com Nando Freitas. Transitando entre o samba-canção modernizado, seu trabalho tem uma marca personal interessante e transparente.

http://www.taisreganelli.com/
.
“Agora Só Jazz” (Tais Reganelli)

“Noites de Sevilha” (TaisReganelli/Nando Freitas)


LIGIANA
“DE AMOR E MAR” (2009)

Ligiana é outra cantora e compositora desta nova safra. Em Brasilia ela nasceu e viveu até concluir seu estudo em canto lirico. Partiu para a Europa e estudou canto barroco na Holanda, dedicou-se a musica popular na Itália e se estabeleceu por três anos em Paris onde passou por um periodo criativo e de produção musical.
Voltou ao Brasil em 2009 com um album na mochila.
“De Amor e Mar” foi gravado parte em Paris, parte em São Paulo.
Arranjos de Fernando Cavado e Alfredo Bello, participações de Tom Zé, Philippe Baden Powell e Marcelo Pretto, entre outros.
O trabalho de estréia de Ligiana traz a marca da contemporaniedade em todas as faixas com sua voz marcante em estilo intimista e informal bailando por ritmos brasileiros como choros e sambas.

“Conselheiro”

“Chorando Baixinho”



KIKO DINUCCI
“NA BOCA DOS OUTROS” (2009)

Kiko Dinucci é paulista nascido em 1977. Desenhista e cartunista talentoso, é também um musico e compositor curioso que faz sambas influenciados por Adoniran Barbosa e Paulo Vanzolini e traz em sua verve a contemporaniedade tipicamente paulista que transcende da era do Lira Paulistana.
Kiko desenvolve composições proprias com o Bando AfroMacarrônico: Kiko Dinucci (violão e voz), Douglas Germano (cavaco e voz), Dulce Monteriro (voz), Railídia (voz), Julio Cesar (percussão) e Rafael y Castro (percussão).
Em 2008 gravou um album em parceria com a cantora Juçara Marçal, “Padê”.
Neste novo album ele partiu para uma produção mais ampla e diversa. Em “Na Boca dos Outros” cada faixa é -cantada por um cantor ou cantora convidada. Tem-se a cantora Juçara Marçal, Marcelo Pretto, Mauricio Pereira entre outros.

“Depressão Periférica”(Kiko Dinucci) canta Mauricio Pereira.


“Perua”(Kiko Dinucci) canta Paula Sanches.





FILIPE CATTO
“SAGA” (2009)

Filipe é o cantor e compositor de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Dono de uma voz surpreendente que traz ressonancias neymatogrossianas. Felizmente o cantor não extrapola os seus dotes vocais o que garante um resultado positivo em seu trabalho.
Compositor romantico; traz em sua musica interessantes acordes regionais do cone sul.
Catto lançou suas primeiras musicas em 2007 em uma homepage que possibilitava baixar as suas musicas. O sucesso foi tanto que o compositor reuniu uma banda (Ricardo Fá - Violão
Jua Ferreira – Bateria e Plínio Salles – Baixo) e gravou “Saga” com suas composições.

“Saga” (Filipe Catto)

“Crime Passional”(Filipe Catto)

2 comentários:

pituco disse...

paul,

vozes e músicas bacanudas...a juventude tá aí pra provar que o que é bom,sincero e bonito transcende os modismos fonográficos...rs

quando se navega pelo myspace podemos confirmar isso...jovens em busca de uma estética musical apartada do que a mídia convencional nos tenta entuchar...rs

valeô o post
abraçsons
ps.curti pacas os sambas do kiko...hahaha

Paul Brasil (Paul Constantinides) disse...

grrande pituco...vc tem toda autoridade para falar sobre isto meu caro...seu passado num nega neh?
grande cara q buscou um caminho musical bastante original.
abs
paul.