26/02/2011

saudosas bolachas (27/1973

o amor é cego....

OS TITULARES DO RITMO
“INTERPRETAM ANTONIO CARLOS JOBIM
E VINICIUS DE MORAES”(1973)

Integrado por cegos, o Titulares do Ritmo é um grupo vocal que surgiu em 1941 em Minas Gerais. O conjunto nasceu da iniciativa de Francisco Nepomuceno, cantor, violinista e arranjador que conseguiu reunir a sua volta músicos com as mesmas limitações visuais que as suas, preocupados em produzir um resultado vibrante na reunião de suas vozes e talentos.
O grupo formou-se com Francisco Nepomuceno, Geraldo, Domingos, João Candido, Joauqim Alves e Sóter Cordeiro.
O Titulares chegaram a São Paulo no fim dos anos 40 e transitaram pelas rádios Gazeta, Record, Bandeirantes e Tupi. Com o tempo, o timbre , a harmonia vocal e a riqueza dos arranjos produzidos por Nepomuceno, fez com que o grupo deixasse de ser apenas visto como algo exótico e passar a ser respeitado como uma expressão musical de valor. Em 1958, o grupo obteve grande sucesso popular ao gravarem o hino esportivo “A Taça do Mundo É Nossa”, alusiva a conquista do Campeonato Mundial conquistado pelo Brasil na Suécia.
Nos anos 60 se entregaram as forças mercadológicas e gravaram três albums em inglês com o nome The Playings. Passaram um longo período vivendo de gravar jingles e acompanhando cantores e cantoras em gravações de estúdio.
Em 1973 trazidos pelas mãos da Continental, com arranjos e regência de Luiz Arruda Paes, produziu-se o belo album “Titulares do Ritmos Interpretam Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes”.
Nesta gravação os Titulares chegaram com a mesma formação original de 41. T

Francisco Nepomuceno de Oliveira (piano, violao, vocal, arrangements), Geraldo Nepomuceno de Oliveira (vocal, violao), Domingos Angelo de Carvalho (vocal) Joao Candido Brito (vocal), Joaquim Alves (vocal) e Soter Cordeiro(vocal)
Tratra-se de um registro belo e repleto de lirismo e transborda uma certa saudade dos Anos Dourados, de quando estas musicas foram compostas nos anos 50/60; e nos 70 foram tão bem embaladas pelos Titulares.

“Caminho de Pedra”(Jobim e Vinicius)

“Canção do Amor Demais” (Jobim & Vinicius)

“Luciana”(Jobim e Vinicius)


5 comentários:

Lu Saharov disse...

Titulares do Ritmo...Nossa Paul, você foi longe no passado...lembro deles se apresentando na então ótima TV Record, naqueles programas musicais que deixavam a gente presa ao sofá da sala em pleno sábado à noite! Beijos e obrigada pelas lembranças tão boas!

Lu Saharov disse...

PS. Em tempo...Nem precisa perguntar qual a namoradeira mais bela na janela...É sempre ela! Mais beijocas! Lud

Paul Brasil (Paul Constantinides) disse...

pois é lu, os Titulars são super afiandos e inspiradores na forma como conduzem as musicas q cantam.
q bom q este post te trouxe boas recordações.
abs paul

Paul Brasil (Paul Constantinides) disse...

ah em tempo...risos.
a mais bela
é a mais bela
para que esta ligado nela.

abs
paul

Anônimo disse...

Grande Paul Mannnnn!!!!



Quanto tempo! Saudosas bolachas... muito boa interpretação dos “Titulares do Ritmo”...



Aproveitei e dei uma olhadinha abaixo... e tenho que dizer... Dom Um Romão e claro Mestre Sivuca!!! Showwww de bola... Sivuca eu já conhecia... mas Dom Um Romão... era até então desconhecido por mim... “Spirit of Times” UAU!

Obrigado pelo início de dia Musicalizado A La Sivuca e Dom Um Romão!



Vo caçar essa bolacha hj mesmo!!! hahaha